14 jul 16

Nutrição capilar no salão: vale a pena?

Beleza, Cabelos, Sem categoria

Já faz algum tempo que eu estou fazendo minha nutrição capilar no salão, religiosamente, uma vez por mês (e as vezes a cada 15 dias) e acho que já é hora de contar pra vocês o efeito que isso tem feito no meu cabelo.

Cuidar de cabelo loiro não é uma tarefa fácil, as descolorações estragam bastante o cabelo e de vez em quando é preciso hidratar, nutrir e reconstruir. Falei sobre diferença entre esses três procedimentos nesse post e também expliquei como saber o que o seu cabelo precisa e o que usar. :)

Quando percebi que eu estava focando bastante na hidratação e deixando a nutrição um pouco de lado, resolvi correr atrás do prejuízo porque to numa fase de querer deixar meu cabelo enorme, então tem que cuidar mesmo. A nutrição pode ser feita com óleos e manteigas vegetais, dentre outros, e a primeira opção que eu testei foi fazer uma umectação com óleo de coco, que teve um resultado bem satisfatório (mas vou deixar os detalhes pra outro post, né?) e logo depois testei fazer no salão e voltei apaixonada, nunca mais larguei <3

nutrição capilar no salão vale a pena

Nutrição capilar no salão: vale a pena?

Acho que muito além do produto utilizado, a grande diferença entre fazer em casa e no salão de beleza é o cuidado que o cabeleireiro tem na hora de plicar o produto e massagear os fios, além de eu adorar que lavem meu cabelo.

O resultado que eu tive desde a primeira vez foi ótimo, meu cabelo ficou mais brilhante, forte e alinhado. O produto utilizado no salão que eu vou (Retrô Luxo, da 505 sul) é da linha senscience V6.

É indicado fazer a nutrição uma vez por mês ou a cada 30 dias, dependendo da necessidade do seu cabelo e ela serve pra repor os lipídeos do cabelo, ou seja, criando uma camadinha de gordura no fio que vai ajudar a manter a hidratação.

nutrição capilar senscience v6 salão

As minhas dicas pro resultado ser melhor são: hidratar antes de nutrir e tentar manter uma regularidade entre uma nutrição e outra, pra manter o cabelo bem cuidado, principalmente se você quer que ele cresça.

Dei uma olhada na internet e tem como comprar o senscience V6, mas pra quem for de Brasília e quiser um salão de beleza que trabalhe com ele, o Retrô Luxo fica na 505 sul(tel: 061 3244-2140).

Outra opção que eu gostei bastante é o óleo de coco, que pode ser comprado em lugares que vendem produtos naturais e um potinho rende várias aplicações.

Ah, se vocês quiserem ver mais dos meus cuidados com cabelos loiros, é só clicar aqui! :)

11 jul 16

hidratação, nutrição ou reconstrução: do que o seu cabelo precisa?

Beleza, Cabelos

Você já se perguntou se o seu cabelo precisa de hidratação, nutrição ou reconstrução? Depois que eu descobri o tal do cronograma capilar, percebi que esses três tratamentos são bem diferentes e que saber exatamente do que o nosso cabelo precisa nos ajuda muito a cuidá-lo da maneira certa e alcançar os resultados esperados.

Pra entender a diferença entre esses três procedimentos é importante entender a estrutura do cabelo e em que parte dele cada um age:

  • A reconstrução capilar age na queratina, uma proteína que forma cerca de 90% do cabelo e é composta por aminoácidos.
  • Já a nutrição (ou umectação ) serve para repor os lipídeos, importantes pra manter os fios saudáveis e alinhados. Essa reposição é importante pra “selar” a hidratação no fio, impedindo que ele perca água e umidade.
  • hidratação, processo mais conhecido entre os três, é feita pra repor a água dos fios, conferindo maciez, maleabilidade e suavidade para os cabelos.

hidratação nutrição ou reconstrução

Como saber se o cabelo precisa de hidratação, nutrição ou reconstrução?

Primeiro, é importante lembrar que o cabelo não precisa desses procedimentos apenas quando passa por algum tipo de química, porque a perda de nutrientes e água acontece naturalmente, o tempo todo, seja pelo uso do secador, chapinha, cloro, água do mar ou até pela exposição ao sol ou água muito quente do chuveiro.

Pra identificar as necessidades dos seus fios, é necessário analisar se está quebrando, sem brilho, sem balanço, secando muito rápido, com pontas duplas, ressecado, fino, dentre outros. Você também precisa ter em mente o histórico de químicas nos últimos meses: fez progressiva, pintou, descoloriu? E, claro, saber qual é o seu tipo de cabelo: liso, fino, ondulado, cacheado, grosso, oleoso, seco, misto ou outro?

Quando o cabelo precisa de hidratação?

Se você notar seu cabelo sem brilho, armado, ressecado e embaraçando quando molha, é sinal de que você está precisando de uma hidratação. Todos os cabelos em algum momento precisam dela, até os mais oleosos, e ela pode ser feita com frequência, já que o excesso não danifica o fio, a única indicação é que você dê um intervalo mínimo de 48 horas entre uma e outra. A minha dica é fazer uma ou duas vezes por semana.

O que usar? máscaras capilares que possuírem extratos de frutas, pantenol, glicerina, babosa (aloe vera), silicones, vitaminas, mel e açúcares. Eu sempre procuro condicionadores e máscaras que no rótulo indiquem ser super hidratantes ou de hidratação intensa.

Quando o cabelo precisa de nutrição?

Se ele estiver poroso, com frizz, e desalinhado é hora de nutrir. Esse procedimento pode ser feito toda a semana ou a cada 15 dias e também é chamado de umectação. Em cabelos oleosos repor os lipídios faz com que o couro cabeludo não produza tanto sebo, o que ajuda a controlar a oleosidade. Nos cabelos cacheados, a nutrição ajuda os cachos a ficarem mais alinhados.

É importante lembrar que os lipídios do cabelo servem como uma capa protetora que ajuda a segurar a água dentro do fio, logo nutrir pode ser considerado um complemento à hidratação e seu cabelo deve estar hidratado para que o efeito seja positivo.

O que usar? máscaras com óleos vegetais (argan, macadâmia, amêndoas, sementes de uva, coco, linhaça, oliva), manteigas vegetais (cupuaçu, karité, cacau, abacate), ceramidas ou tutano vegetal ou animal.

Eu geralmente faço minha nutrição no salão, com um produto específico, ou e casa com óleo de coco ou azeite de oliva (aplico diretamente no cabelo)

Quando o cabelo precisa de reconstrução?

Quando seu cabelo está elástico, quebradiço, ralo, com pontas duplas e se partindo, é hora de reconstruir, mas cuidado com essa etapa, porque o excesso de queratina também faz mal. A indicação é fazer a cada 15 dias em cabelos muito danificados e/ou quimicamente tradados e depois continuar fazendo apenas mensalmente.

O que usar? máscaras com queratina, creatina, arginina, cisteína, colágeno, aminoácidos e proteína hidrolisada do trigo, milho e etc. Uma dica fácil é adicionar uma colher e queratina líquida à sua máscara.

E aí conseguiu descobrir se seu cabelo precisa de hidratação, nutrição ou reconstrução? :)

07 jul 16

Conheça os 10 mitos sobre alimentação

Sem categoria

São tantas as dúvidas que se passam pela cabeça quando o assunto é alimentação que muitos nem pensam que tudo isso pode passar de um mito. Para quem costuma acreditar nesses velhos mitos ditos por seus avós ou pais, vamos desmentir 10 deles agora.

10 mitos sobre alimentação

1 – Ficar sem comer emagrece?

Não, pelo contrário, fazendo isso você irá deixar seu metabolismo muito mais lento. Para que você consiga emagrecer, o ideal é comer de 3 em 3 horas, na quantidade certa.

2 – Tomar água em jejum auxilia no emagrecimento?

A água é uma ótima para ajudar no emagrecimento, mas toma-la somente em jejum não vai ajudar a perder as gordurinhas. O fundamental é ingerir alimentos saudáveis e queimar calorias, lembrando sempre de se hidratar.

3 – Comer alimentos ricos em carboidratos a noite engorda?

Não ajuda a engordar, mas o ideal é não exagerar e balancear a quantidade de calorias que você faz o uso.

4 – Margarina ou manteiga? O que é mais saudável?

A manteiga é a mais indicada para o uso, pois ela não passa por processos de hidrogenação, que faz com que as gorduras insaturadas sejam transformadas em gorduras trans.

5 – Alimentos cozidos perdem seus nutrientes?

Sim, quando cozidos, cerca de 20% dos seus nutrientes são perdidos, o ideal é sempre ingerir os alimentos crus, para que você possa aproveitar cada vitamina do alimento.

6 – Suco de caixinha é mais saudável que refrigerante?

Não, ambos fazem mal para a saúde, pois contém muito açúcar em suas fórmulas, podendo causar obesidade e diabetes.

7 – Queijo branco tem menos gordura que queijo amarelo?

Sim, pois a cor amarela geralmente é relacionada a alta quantidade de gordura do leite, portanto, são bem mais calóricos do que os queijos brancos.

8 – O ovo faz mal?

Não, ele foi considerado durante algum tempo um vilão para a saúde. Mas segundo pesquisas, ele pode ser ingerido pois é muito nutritivo e é rico em proteínas.

9 – O consumo de polivitamínicos faz efeito?

Essas cápsulas são indicadas para quem quer adquirir mais vitaminas do que o corpo produz, é uma ótima forma quem quer fortalecer o corpo.

10 – Comida japonesa é realmente saudável?

Ela é considerada por muitas pessoas como saudável, mas pode enganar a muitos, pois o consumo exagerado de pratos fritos, empanados, com bastante arroz podem conter alto teor de sódio e calorias.

aviso

01 jul 16

Como usar mapas na decoração?

decoração

Tava aqui refletindo e não sei porque eu ainda não falei aqui no blog sobre como usar mapas na decoração, já que faz MUITO tempo que eu anotei esse tema na minha listinha (e sempre lembro dele), vivo pesquisando imagens e é oficialmente o meu maior desejo de decoração do momento <3

Se você me acompanha nas redes sociais (insta @soparameninas e snap rafaelliantes), já tá cansada de saber que eu amo viajar, né? Ainda quero conhecer muuitos lugares, mas valorizo tudo o que eu já visitei até agora e disso surgiu a minha fascinação por mapas. É um projeto antigo ter um mapa mundi no quarto pra marcar os lugares que já visitei e os que ainda quero visitar, mas ainda não achei um lugar no meu quarto – que já é lotado de coisas, hahaha – pra colocar.

Mas não é porque eu ainda não comprei um quadrinho de mapa ou um papel de parede com a estampa que a gente não pode falar sobre isso aqui no blog, né? Porque hoje eu trouxe todas as minhas inspirações pra vocês.

como usar mapas na decoração

papel de parede de mapa mundi:

Foi a primeira inspiração que me chamou a atenção e como eu sempre amei papel de parede era mais uma opção, né? Fica ótimo em qualquer ambiente, já vi em quartos, cozinhas, salas, salas de jantar e até no corredor.

O mapa mais comum, com fundo azul e países coloridos é uma boa pedida, mas tem várias outras opções pra adequar ao seu estilo de decor. Além disso, você pode usar apenas um adesivo com os países e deixar a parede da cor que ela já está. :)

papel de parede mapa mundi

papel de parede mapa mundi decoração

Quadros com o mapa mundi

Pode ser considerada uma opção mais minimalista e até mais prática, já que você pode comprar o seu mapa do tamanho que preferir e emoldurar como quiser.

quadro mapa mundi

Outra dica válida é usar objetos como globos, que a gente encontra dos mais variados modelos e tamanhos. Ficam lindos, especialmente na escrivaninha. :)

Eu ainda não descartei a possibilidade de usar no meu quarto! Quem sabe rolem algumas mudanças, né? Enquanto isso, fica a inspiração!