As marcas internacionais invadiram o Brasil | Só Para Meninas | blog feminino por Rafaelli Antes
Compras,  Moda

As marcas internacionais invadiram o Brasil

Se antes a gente ficava louca pra viajar e comprar roupas e cosméticos de marcas internacionais ou ficava esperando o amigo mais próximo pra trazer aquela muamba do estrangeiro, hoje a situação do Brasil está bem diferente. Isso porque várias marcas internacionais adentraram o nosso território, trazendo nossos produtos favoritos pra bem pertinho de nós. Além, é claro, dos sites de compras pela internet.
O mercado de luxo internacional está chegando com tudo. O shopping JK Iguatemi – em São Paulo – é um exemplo da diversidade de marcas que chegaram por aqui. O espaço tem lojas como Prada, Miu Miu, Lanvin, Burberry e Topshop, além das lojas que estão por abrir: Chanel e Christian Louboutin.
Já para as apaixonadas por maquiagem, a chegada da Sephora – que é a maior rede de produtos de beleza do mundo – com sua primeira loja aberta lá no JK, foi só alegria. Além da sua própria coleção, lá a gente encontra produtos da Urban Decay, NARS, Makeup Forever, Benefit e outras.
Espero que logo logo tenha tudo isso aqui por Brasília, nem que seja pra a gente dar uma visitadinha.
A MAC foi outra que veio pra cá e já está presente em 11 cidades brasileiras, inclusive aqui com uma loja linda, por sinal.
É claro que muitas dessas marcas são caríssimas, ainda mais com os impostos que são cobrados aqui, mas nesse caso faz-se necessário avaliar o custo-benefício dos produtos. Em caso de cosméticos e produtos de beleza em geral, muitas vezes vale muito a pena pagar caro por um produto de qualidade. Já algumas marcas de roupas, sapatos e bolsas estão aí pra quem gosta mesmo desse mercado de it bags, roupas de luxo e uma certa exclusividade.
Gosto da ideia dessa venda no Brasil, que nos dá acesso mais fácil a marcas que antes a gente só ouvia falar, além da oportunidade de conhecer lojas diferentes e criações de estilistas renomados.
E vocês, gostam de ver grandes marcas por aqui?

*Mudei o título do post, tinha gente interpretando que eu estava incentivando o consumismo e essa não é a minha intenção por aqui.

19 Comentários

  • Suellen Pereira Rodrigues

    Eu acho o máximo essas marcas se fazerem presente aqui no Brasil, mas ainda se puder escolher entre comprar aqui e fora, prefiro os $$$ de fora.
    Papos de Gurias | Twitter | Facebook

    • Rafaelli Antes

      Não perdem tanto porque ainda existe uma diferença enorme de preços. Eu gosto de misturar o barato com o caro… Não tenho frescura de marca, mas adoro usar coisas novas e de qualidade. Que bom que hoje temos por aqui marcas nacionais que não deixam NADA a desejar em questão de qualidade.

    • Rafaelli Antes

      Realmente, quando a gente vai pra lá e vê o preço que eles tem chega dar uma dor no coração ao lembrar dos preços daqui.

  • Anonymous

    Que título mais consumista esse que você criou. É assim que as blogueiras aumentam a vontade e o consumismo daquelas pessoas que não podem. E por curiosidade, vc tem condições de comprar tais marcas citadas para divulgar com tanto louvor?
    Abraços,
    Joana Barbosa

    • Rafaelli Antes

      Joana, esse post não está incentivando o consumismo, e sim falando de marcas bastante renomadas que abriram lojas no Brasil. Isso não quer dizer que eu ou que você devemos sair por aí gastando horrores nessas lojas. Se você acompanhar meu blog vai saber que eu não faço o tipo consumista e dou muitas dicas de coisas baratas e de como aproveitar as coisas que você já tem.
      Mas esse também é um blog informativo, e acho legal esse tema de marcas internacionais vendendo por aqui, gera um bom debate com as leitoras, e inclusive achei seu comentário bem proveitoso pra eventuais esclarecimentos.
      Beijo!

    • luallessi

      “É assim que as blogueiras aumentam a vontade e o consumismo daquelas pessoas que não podem…”

      Joana, é fato: tem gente que pode comprar, tem gente que não. Mas o blog aqui não tem como público criancinhas que não são capazes de lidar com sua vontade de ter aquele brinquedo que o pai não vai poder comprar.
      Um blog que fala de moda, vai falar de muita coisa que muita gente não pode pagar. Faz parte. As pessoas é que tem que deixar de ser crianças e serem mais espertas, versáteis. Tem muita coisa boa e barata. Tem é que procurar. E usar o que pode bancar.

      E só pra constar: Se for pra não postar coisas pra não aumentar a vontade de consumismo das pessoas que não podem ter, favor não postar fotos de sapatos que só tenham modelos abaixo de 39 e roupas que só fiquem bem em quem tem menos de 50 quilos.

  • luallessi

    Rafaelli eu acho legal as marcas chegarem aqui porque isso significa que no Brasil o poder de compras está aumentando. Mas, pessoalmente, como não são produtos que eu consuma,não me faz mais feliz :)

    Embora, pelo que eu veja, a diferença de preço que são vendidas aqui ainda é muito maior que lá fora. Então de repente apelar para um amigo trazer, por enquanto, ainda seja bom negócio :)

    • Rafaelli Antes

      A maioria das coisas eu também não compro, mas aho ótima essa expansão pra cá, como vc disse, é sinal de que o poder de compras dos brasileiros está aumentando, mas é claro que tenho vontade de conhecer as lojas, afinal, são as coleções delas que ditam as tendências.

  • Luana Luz

    Acho muito bacana as lojas chegarem no Brasil! Sinal de que o país tem consumidor para elas.
    Só lamento que EU não tenha grana pra comprar nelas, néam? hahaha
    Beijos

  • diadebrilho

    Posso falar? Acho super legal as marcas boas virem pra cá, mais uma pena q n posso comprar tudo q lançam, até pq não compraria lago tão caro para usar por tão pouco tempo.
    Bjss

  • Anonymous

    Francamente! Quem entendeu que esse texto incentivava o consumismo não sabe o mínimo de interpretação de texto. Tenho medo de quem tira conclusões errôneas assim, e, ao invés de chegar numa boa e perguntar “Oi, não achei bacana, será que entendi direito?” já ataca os demais sem pensar nas consequências de suas palavras. Ignorância…
    Sarah.

    • Rafaelli Antes

      Concordo com vc, Sarah. Mas isso acontece com freqüência na internet. Fico feliz que a maioria de vocês, leitoras, não interpretou dessa forma :))
      Sinal de que foi um erro de interpretação, mesmo :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *