07 jan 14

Dicas para blogueiros #01: Como criar seu blog

Bate papo, Etc
Depois que ser blogueiro deixou de ser apenas um hobby pra muitas pessoas e virou profissão (inclusive pra mim) eu passei a receber muitas dúvidas por e-mail ou mensagens perguntando como criar um blog e como começar a postar, divulgar e etc.
Muitas blogueiras já fizeram vídeos e posts sobre isso, com muito conteúdo legal e dicas que me ajudaram bastante, mas dessa vez resolvi dividir com vocês a minha experiência em uma série de posts que irá desde as dicas mais básicas como como criar seu blog até dicas mais complexas, como como usar o adsense, analytics e otimizar seu blog para os mecanismos de busca ;)

*Nesse e nos outros posts colocarei vários links pra textos muito bons sobre o assunto porque não vejo necessidade de escrever um texto enorme com coisas que outras pessoas já escreveram. Saibam que os links são parte do conteúdo desse post, e por isso é muito importante que você os leia. Na hora de criar um blog o que você menos deve ter é preguiça ;)

♥ Quando você decide fazer um blog, a primeira coisa a se pensar é sobre o que você vai falar: o seu blog precisa ter um foco (no caso do só para meninas, por exemplo, falo sobre o universo feminino em geral), precisa falar de algo que você goste e tenha certo conhecimento.

♥ De acordo com o tema do seu blog você deve escolher um nome pra ele, esse nome deve: ser fácil de escrever e ter a ver com o tema do blog, isso vai fazer com que as pessoas memorizem fácil e consigam te encontrar através de mecanismos de busca.
Se você espera que seu blog cresça, também deve pensar em escolher um nome único. Pra descobrir se alguém já usa o nome que você pensou basta fazer uma pesquisa rápida no google e também pesquisar se esse nome já está registrado em domínios .com, .com.br e etc (calma, vou falar sobre os domínios em outro post). Pra ver se o nome que você quer já está registrado é só clicar aqui e fazer a busca.
Experiência pessoal: quando eu criei o blog, eu não imaginava que ele cresceria tanto, por isso mantive o nome que eu já usava no twitter (@soparameninas), e quando fui registrar os domínios .com e .com.br já estavam sendo usados, por isso o endereço do blog é .net :( pra não ter problemas com isso, não pule a parte da pesquisa de domínio, mesmo que você não vá comprar agora é legal saber que ele está disponível.

A escolha da plataforma: Pra quem quer criar um blog, existem duas plataformas principais e gratuitas que podem ser usadas: o blogspot e o wordpress. Pra resumir, o blogspot é uma plataforma mais fácil de ser usada e o wordpress é uma plataforma mais profissional e com mais recursos.
Eu uso o blogspot desde o comecinho do blog e ainda não senti necessidade de mudar porque é uma plataforma muito fácil de entender, porém conheço muita gente que começou no blogspot e com o crescimento do blog preferiu mudar pro wordpress, por ter mais recursos. Todos os blogs grandes que eu conheço utilizam o wordpress.
Pra te ajudar nessa decisão, segue um texto bem explicativo do “quero criar um blog” – clique aqui pra ler.

Na hora de escrever: Depois de escolher o nome e criar o blog, é hora de escrever. A primeira dica que eu dou é: pesquise. Procure no google sobre o assunto que você quer falar e veja se já existem posts sobre isso, esses posts vão te ajudar a criar um conteúdo diferenciado (não faça posts iguais aos que já existem) e a obter mais informações.
Caso você use uma citação ou parte de um texto de outro blog, ou mesmo de um livro, revista ou outra fonte, nunca esqueça de citar o autor e colocar o link de onde você pegou a informação.
Outra coisa muito comum são os erros de português. É claro que errar é humano e eu mesma já cansei de escrever besteira aqui, mas todo o cuidado é pouco e um blog cheio de erros acaba tirando muito da sua credibilidade, então a dica é prestar atenção no corretor (ou até meso escrever o texto no word antes de passar pro blog), reler seu texto antes de publicar e pesquisar no google as palavras que você tem dúvida.

A Lully fez um resumão com dicas práticas pra você escrever melhor, assistam:

Leia mais: os erros de português mais comuns na internet
E aí, vamos começar esse blog? :) Pra não deixar esse post gigante as outras dicas virão em outros posts, por isso fica ligada que logo tem mais! Se vocês tiverem alguma dúvida sobre esse tema perguntem nos comentários, pra eu colocar nos outros posts.
Sei que esse post é basicão, mas achei necessário começar bem do comecinho. Leiam tudo com atenção e não esqueçam de clicar nos links e assistir o vídeo do final, tudo faz parte do conteúdo e é muito importante na hora de criar seu blog.
TODOS OS POSTS DA SÉRIE:
#1: Como criar seu blog
#2 Texto, imagens e comentários
#3: As 5 melhores e as 5 piores coisas de ser blogueira
#4: Como divulgar seus blogs nas redes sociais e como eu consegui mais de 2 milhões de likes na fanpage

15 ago 13

Dica de organização: Wunderlist

Bate papo
Hoje eu vim falar de uma coisa que é definitivamente o meu ponto fraco: organização. Administrar meu tempo livre, fazer as coisas no prazo e não deixar nada pra última hora são grandes problemas que eu sempre tive e nos últimos anos e com a faculdade sendo integral (manhã e tarde) parece que a situação piorou.
Não lembro bem quando que eu comecei a ser tão desorganizada com o meu tempo, talvez tenha sido quando eu parei de usar agenda e nunca mais consegui me readaptar, isso combinado a pouquíssimo tempo livre devido à faculdade e curso de inglês nos primeiros anos de facul. Eu até tenho agenda, mas não é tão funcional quanto eu gostaria que fosse.
Com essa saga toda eu já testei várias coisas: o caderninho de organização, aplicativos de notas, lembretes, colocar os compromissos no calendário, fazer horário com a rotina, voltar com a agenda e etc. Muitas coisas deram uma ajudada, nas nada que tenha realmente feito diferença, sabe? Eu não conseguia usar nada por mais que dois meses.
Aí baixei meu milésimo aplicativo (sou exagerada mesmo) pra ajudar com a minha desorganização e… me adaptei. Tô adorando, tá ajudando bastante e eu espero que dessa vez eu consiga usá-lo por bastante tempo e me tornar pelo menos um pouquinho mais organizada. O nome do aplicativo é wunderlist (gratuito tanto para ios quanto para android) e o que mais me chamou atenção nele é que é bem simples: você faz a sua listinha e quando completa os itens, clica na caixinha do lado e ele vai pra lista dos itens concluídos. Dá pra fazer várias listas: caixa de entrada, compras, trabalhos, blog, faculdade e o que mais você ache necessário na sua rotina.

– você pode criar várias listas pra organizar melhor as suas tarefas.
– dentro da lista ficam os itens que você precisa fazer e os completos (que você pode deixar assim, aparecendo, ou esconder).
– para marcar os itens importantes, é só ‘clicar’ na estrelinha ao lado.
– dá pra mudar o plano de fundo pra ficar mais bonitinho.

Eu juro que sempre achei que me organizaria melhor no papel, mas acabei pagando a língua e curtindo esse aplicativo mais do que qualquer outra opção, então fica a dica pras desorganizadas como eu ;)
31 jul 13

O que me lembra a Beca?

Bate papo, Vídeo
Hoje o post é um vídeo especial que eu fiz pra uma das minhas blogueiras favoritas: a Beca Brait. O blog da Beca completou 3 anos, e pra comemorar essa data tão especial e o resultado de todo o trabalho com o blog, a Beca chamou algumas pessoas pra fazerem esse especial, onde a gente conta o que lembra a Beca.
Fiquei muito feliz quando ela me chamou pra participar e nesse vídeo, além de responder a pergunta do título, conto como foi que eu conheci o blog da Beca e depois como foi que eu tive contato com ela:

Parabéns, Beca! :)
Pra verem todos os vídeos que eu enviar, se inscrevam no meu canal do youtube.
Beijo, e espero que vocês tenham gostado do vídeo especial.

19 jun 13

Para ler: A Menina do Vale

Bate papo
Preciso confessar a vocês que tenho lido pouquíssimo ultimamente. Com tanto conteúdo na internet, acabo sempre dando preferência e textos mais curtos em blogs e revistas digitais do que a livros em si, o que é uma pena, porque ler é um hábito que eu gostaria de cultivar.
Em março eu viajei e acabei ficando muito tempo no aeroporto, então resolvi dar uma passada na livraria, ver o que tinha por lá e um livro me chamou a atenção: A Menina do Vale. O livro é focado em empreendendorismo e a autora é Bel Pesce, uma empreendedora brasileira de 24 anos.
O livro é gostoso de ler (eu li no dia que comprei) e tem muitas dicas legais pra quem está começando uma empresa. São dicas de como trabalhar em equipe, como aprender com os erros, sair da zona de conforto, começar com pouco capital e muito mais.
Pode parecer estranho uma pessoa que não pensa em ter uma empresa comprar um livro desses e ainda indicar, mas quando vocês conhecerem mais da Bel e lerem o livro vocês vão entender. Eu comprei mais porque fiquei curiosa em saber mais sobre a Bel… Nos dias de hoje é difícil ver uma pessoa tão bem sucedida com apenas 24 anos. Depois de ler o livro ela virou inspiração pra mim e eu absorvi o máximo do livro – não pra usar em uma empresa, mas – pra usar pra vida.
Para saber mais sobre o livro é só clicar aqui.
O que mais eu admiro na Bel é que ela não para: mesmo com tantas realizações, ela está sempre querendo mais, sempre estudando (com 24 anos, ela tem 5 cursos: engenharia elétrica, ciências da computação, administração, economia e matemática) e tendo novas ideias. E além de tudo ela é uma pessoa humilde, cheia de lições de vida pra ensinar, e foi por isso que ela iniciou um projeto bem legal que eu adoro acompanhar: o caderninho da Bel, um canal no youtube onde ela conta algo que ela aprendeu no dia. É uma delícia de assistir.
Eu separei pra vocês dois dos meus favoritos:

Esse vídeo foi uma das maiores verdades que eu já escutei. Fiquei um tempão me perguntando como eu não tinha pensado nisso antes. Aposto que a maioria de vocês (se não todas) vão se identificar.
Dica de produtividade sempre é bem vinda, né? :)
Espero que vocês – assim como eu – aproveitem o conhecimento da Bel. Vale muito a pena assistir os vídeos dessa mocinha!
Um beijo!